Em sua próxima visita a Buenos Aires não deixe de conhecer no badalado bairro de Palermo, a Casa Cavia, um super elegante espaço de luxo e cultura que reúne gastronomia, arte, floricultura, perfumaria, livraria e até uma mostra de cinema em um prédio histórico construído em 1927.


A bela mansão foi completamente remodelada mas preservando as características originais. A concepção é da empresária Guadalupe Garcia Mosqueda, moradora do imóvel, com projeto e design do escritório Kallos Turin.
O restaurante é comandado pelo conceituado chefe argentino Pablo Massey, um protegido do renomado chef Francis Mallmann. A floricultura conta com arranjos criados por Silvana Grosso da Flores Pasión e a perfumaria fica a cargo da tradicionalíssima Fueguia, criada em 1833 na Patagônia.












0

O paulistano MADE - Mercado Arte Design - finca a bandeira brasileira em Milão durante o iSalone 2015, entre os dias 14 e 19 de abril, participando do FuoriSalone, programação paralela que reúne a vanguarda do design mundial.



Criado em 2013 pelo curador de arte e design Waldick Jatobá, o MADE já é um evento consagrado e esta será sua primeira edição no exterior. A seleção de designers e artistas que participarão do MADE A MILANO foi feita pelo próprio Jatobá e pelo designer e arquiteto Bruno Simões, co-curador da mostra.



Entre os nomes selecionados estão os consagrados Fernando e Humberto Campana, Claudia Moreira Salles, Domingos Totóra, Hugo França, Marcio Kogan, Rodrigo Almeida e Zanini de Zanine. Serão mais de 30 designers e artistas expondo peças únicas ou de edição limitada, autorais e inéditas ao público visitante.



O MADE A MILANO ficará instalado no Palazzo Litta, na Corso Magenta, 24, com localização privilegiada e de fácil acesso.





0

Inspirada no endoesqueleto de organismos unicelulares marinhos, a Textile Moulded Chair do berlinense Studio Hausen é uma peça perfeita para ambientes com conceito moderno ou contemporâneo.
A estrutura em poliedro hexagonal remete ao desenho de uma colmeia. Toda vazada, ela é revestida por espuma de poliuretano e tecido, o que garante um resultado confortável e aconchegante.







0

Não faz muito tempo as cozinhas eram um dos espaços menos nobres de uma casa. Escondida dos olhos das visitas (e muitas vezes dos próprios donos), as cozinhas eram para as classes mais ricas um lugar reservado aos serviçais no preparo dos alimentos.
As mudanças nos hábitos culturais e sociais trouxeram as cozinhas para um outro patamar e cada vez mais elas fazem parte da área social da casa. Afinal de contas, para o homem contemporâneo, cozinhar vem se tornando um prazer e compartilhar isso com amigos é super elegante.


Já falei aqui algumas vezes sobre o conceito aberto e a integração da cozinha às áreas sociais. Este post é para mostrar cozinhas tão integradas à estética dos demais ambientes que nem parecem cozinhas. Pelo menos não como estamos acostumados a ver.
Esqueça panelas penduradas e eletrodomésticos à vista, as novas cozinhas são livres de todos os excessos e planejadas para ter somente o que seus usuários realmente necessitam. O conceito de cozinha planejada fica muito mais personalizado e conversa com a decoração da sala e outros ambientes a ela ligados.


Claro que a tecnologia de ponta e o design arrojado dos eletro-eletrônicos é o que possibilita ter todo o conforto e praticidade sem cair nas fórmulas convencionais.
Inspire-se. Provavelmente a sua próxima cozinha será assim.








0

Você já ouviu falar em “agritetura”? Essa palavra super nova no vocabulário de todas as línguas é a união da agricultura e da arquitetura em busca de soluções para uma eminente crise de alimentos no mundo em um futuro muito próximo.
Hoje, 30% da superfície dos 5 continentes é ocupada por pastagens e criação de animais para abate. Além do desmatamento e extinção de diversas espécies da fauna e da flora, os efeitos disso vão do desequilíbrio no ecossistema ao buraco na camada de ozônio provocado pela emissão de gazes do organismo desses animais. E o que é pior, a carne produzida não é suficiente para abastecer as necessidades do mercado hoje. Imagine daqui a 15 anos quando a população do planeta deve atingir os 11 bilhões de pessoas.

A retomada da agricultura é, segundo especialistas, a melhor alternativa para evitar a fome no mundo. Frutas, verduras, legumes e grãos tem crescimento e produção muito mais rápida e podem ser cultivados dentro das comunidades que irão consumi-los, uma outra tendência mundial que é a chamada comida “0 km”.

A agritetura tem sua origem nos telhados verdes. Cobertura de prédios e telhados de casa usados para cultivo de diversas plantas, gerando não só mais áreas verdes nos grandes centros mas também uma série de outros benefícios, entre eles a redução do consumo de energia e a manutenção de várias espécies de pássaros.
As mais modernas tecnologias em construção e agricultura deram origem à experiências em diversas cidades do mundo com “fazendas verticais”, privilegiando sobretudo a hidroponia e alimentos orgânicos (livres de agrotóxicos).  

As Fazendas Verticais ou Farm-X já podem ser encontradas em diversas cidades do mundo, de Tóquio a Zurique e Las Vegas. E muitas empresas de alta tecnologia vem se envolvendo nesse novo modelo de negócio que deve se tornar uma das principais fontes de produção de alimentos nas próximas 2 décadas e também um grande investimento para empreendedores visionários.

Na internet você pode encontrar também projetos compartilhados para que você mesmo possa montar sua própria fazenda vertical no seu bairro ou condomínio, ou ainda para criar uma micro fazenda em seu quintal, com as mais recentes tecnologias e baseadas em pesquisas dos maiores especialistas do mundo em produção de alimentos e formas de construção.

Para saber mais sobre a Agritetura, siga o site agritecture.com ou a página Agritecture no Facebook.



0

Mestre ilusionista do design, o inglês Christopher Duffy lançou a versão 2015 de sua mesa de centro apoiada em balões.
A divertida Up Balloon Coffee Table é feita em ferro e resina, totalmente sólida mas com uma leveza impressionante que parece fazer o tampo de vidro levitar.
Vendida com exclusividade pela DuffyLondon a peça pode ser comprada pela internet mas o preço é bem pesadinho: 7.800 euros. 








0

Pessoas realmente criativas, apesar de todo o aparato tecnológico de hoje em dia, não abrem mão jamais da caneta e do papel onde rabiscam idéias, fazem anotações e desenham suas emoções.
O ato de rabiscar faz parte da natureza humana. Muito antes da existência do papel e da caneta, o homem primitivo já fazia isso nas paredes das cavernas usando pedras e gravetos afiados. 
A designer norte-americana Kirsten Camara, provavelmente uma adepta compulsiva dos "risque & rabisque"projetou esta mesa com um mecanismo de rolagem que permite “guardar” suas anotações e rabiscos em 1.100 metros de papel.

A Analog Memory Desk, como o próprio nome já diz, é uma mesa com memória analógica onde voc\ẽ pode guardar suas anotações e acessá-las de forma prática sem precisar vasculhar pastas no computador ou depender de fontes outras de energia que não seja a humana, a sua mesmo. Basta girar as manivelas.

O projeto não foi criado para ser vendido e sim compartilhado. Ele está disponível, com uma licença criativa, claro, para quem quiser construir a sua própria estação de trabalho com design moderno e inspiração “retrô”. 





0

Começa amanhã, 12 de março, a primeira edição da ANFAMEC 2015, Feira de Negócios e Arena de Conhecimentos para a Indústria de Cerâmica Vermelha.
A feira acontece em Campinas, no Expo Dom Pedro, com o apoio do Convention & Visitors Bureau de Campinas e Região e vai até 14 de março.


Com mais de 7 mil m² a exposição conta com cerca de 80 máquinas e equipamentos produzidos por 90 marcas nacionais e internacionais. Robótica, automação, aprimoramento de processos e produtos e tecnologias de ponta para a indústria de cerâmica vermelha são o destaque da área.

A ANFAMEC 2015 traz um novo formato que foi desenvolvido para demonstrar o potencial transformador da indústria de cerâmica vermelha no país.
Na Arena de Especialistas, a missão é VIVER os rumos do mercado da construção. Nas Oficinas de Solução, os ceramistas serão estimulados a PENSAR em novas possibilidades para superar as adversidades cotidianas.


E a feira permitirá SENTIR por meio da apresentação de mais de 80 máquinas e equipamentos.


0

Muitos clientes ficam assustados com o investimento na hora de escolher os metais. Todos temos uma tendência natural a não valorizar coisas do nosso cotidiano e não paramos para pensar em toda a tecnologia que há por trás de uma "simples torneira".
Os que se negam a considerar isso acabam aprendendo a duras penas quando no dia-a-dia aquele produto mais barato e sem qualidade começa a apresentar problemas.
Além de não valorizar o projeto como um todo, os produtos alternativos que até existem no mercado duram muito pouco ou acabam pedindo assistência técnica constante. Aí vale a antiga máxima do barato que sai caro.
Quando o assunto é metais, vale a pena investir um pouco mais. Além da economia a longo prazo há o valor que eles agregam ao imóvel e, principalmente a questão estética pois na arquitetura e no design, beleza é fundamental!



Da italiana Gessi os modelos Eleganza e Rettangolo.



Da norte-americana Hydrology a coleção Faceted Cubism.


Da também norte-americana MGS um modelo da coleção Minimal Beauty.


Inspire-se!









0

Na bela São Lourenço, em Minas Gerais, o jovem casal Paula e Luiz tinha um terreno cercado por muita vegetação e uma bela paisagem.
Eles queriam um projeto de casa térrea simples, descomplicada e totalmente funcional, tirando o melhor proveito do terreno e permitindo a contemplação das montanhas do sul do Minas a partir de todos os ambientes.


Optei pelo programa de três suites, cozinha americana, estar com lareira e varanda que integra a área social e intima por meio de um espaço bem amplo com vista para a área verde.
Minha proposta foi também uma arquitetura diferente do padrão utilizado nas montanhas mineiras. A fachada reta com vãos voltados para as áreas verdes permite aproveitar melhor a paisagem e é muito mais prática para manutenção.


A integração com a natureza vem especialmente nos revestimentos cuidadosamente escolhidos, privilegiando os tons e texturas naturais harmonizados com uma paleta de cores neutras.





O forro de madeira garante a sensação de aconchego desejada na área social, que possui uma lareira  suspensa na cor cafe, que integra a sala de maneira escultural. Na varanda da sala de estar o pergolado de madeira nobre em tom perolado acrescenta um charme rústico à construção moderna do restante da casa.


Projeto de Larissa Carbone Arquitetura e Interiores





0

Labels