Colchão No Chão, Pode Sim! Por Que Não?

Leave a Comment

Muito comum em repúblicas de universitários ou em quartos de adolescentes, o colchão no chão remete à cultura dos povos nomades, com referências minimalistas e orientais. Seja como for, dispensar a cama é um estilo. E com muitos adeptos.


A função das camas, a princípio, era evitar o contato do colchão com o chão. Isso afastava o colchão e seus usuários da umidade e do frio. Havia também a preocupação de evitar contato com insetos, roedores e outros animais.
À medida que nossas habitações e costumes foram evoluindo, esses problemas foram minimizados e as camas passaram a ser apenas o suporte para colchões e elemento decorativo.


A cultura hippie nos anos 60 e 70 questionou muitos costumes ocidentais, confrontando-os com as praticas orientais e outros povos. No Japão, por exemplo, as casas tradicionais já eram construídas a uma certa distância do chão ou fazia-se uso de praticáveis e pequenos tablados na decoração.


Alguns fabricantes classificam a ausência de camas como mau uso dos colchões e podem até tirar a garantia dos mesmos. É importante lembrar também que essa opção dificulta a limpeza e manutenção, portanto opte por colchões leves e fáceis de serem deslocados. Invista também em capas para colchões mais resistentes e fáceis de trocar e lavar.


Uma boa dica para quem pretende adotar o estilo é usar uma base mínima ou até mesmo uma cama em estilo oriental. Claro que essa não é uma opção para quem tem limitações físicas ou idade mais avançada.
E nem para aqueles que adoram guardar coisas embaixo da cama... (rs).












0 comentários:

Postar um comentário

Labels